Barna com a família II

E a nossa farra com a Jujuka continua…

Nossa vida de turistas profissionais tem sido intensa, e com a nossa guia local, então, nem se fala! Vou tentar fazer um resumo:

Na segunda-feira tivemos o privilégio de conhecer a UAB, desde as salas de aula até o apto da Jujuka na vila que, acreditem, estava limpo e organizado!! Fomos de trem, passeamos pelo campus (bonito, bem arborizado e imenso) sentindo um pouco da rotina da Juju cada vez que ela se desloca a Barcelona que, aliás, está pra acabar, já que ela está de mudanca para um apto na cidade com ótima localizacao (agora é que a farra vai ser pra valer, ai ai ai…). Voltamos carregados com mala, carrinho de compras, sacolas, enfim, a mudanca, ja que a nossa mão de obra boa, barata e disponível tinha que ser aproveitada, muito justo, hehe…!

Curtindo a Jujuka na UAB. Eu já tava roxa de saudade...

Voltamos pra almocar no bairro da Graca, e na procura do restaurante, uma deliciosa caminhada no Passeig de San Juan, muito arborizado e com belos prédios residenciais. O melhor de tudo foi a sobremesa, um sorvete italiano, cremoso, de dar água na boca! Aliás, com tantas guloseimas gostosas nessa cidade, é fácil entender os quilinhos extras (e bem-vindos) da Jujuka! O pior é que a família toda entrou nessa danca e descobriu que dieta e Barcelona são incompatíveis!

Passeando no Arco de Triunfo antes do concerto

À noite assistimos um belíssimo concerto de violao flamenco no Palau de la Musica Catalan, com Pedro Javier Gonzalez tocando Paco de Lucia, etc. Um excelente músico num cenário fantástico, um dos auditórios mais lindos do mundo (é o que diz o folheto turístico e eu acreditei, porque é lindo mesmo!). A platéia não resistiu aos avisos de “proibido fotografar”e todos, inclusive nós, turistas-cara-de-pau assumidos, disparamos nossas camaras! Valeu a pena nossa pequena contravencao, hehe! Mas, é preciso registrar, antes do concerto fizemos um passeio pelas imediacoes do teatro, no bairro de Born, muito charmoso e merecidamente um dos preferidos da Juju.

Teto do Palau de la Musica Catalana

Na terca-feira, após visitarmos, em Pedralbes, o museu de ceramica(uma aula de história através dos azulejos, muito interessante e com belíssimas pecas, desde aquelas com mais de 200 anos até as de Picasso e Gaudi), o de artes decorativas e do vestuário (outra aula, com cara de recreio, que nos trouxe um belo painel da moda inserida no contexto histórico-cultural, vale a pena!) e almocarmos um delicioso macarrao com legumes e gengibre feito a quatro maos (Aurelio e Juca pilotaram juntos as panelas, ficou ótimo. Gente, a Júlia está REALMENTE cozinhando e fazendo pratos ótimos, este intercambio já valeu a pena, hehehe!!), fomos a famosa Casa Batlló, arquitetura fantástica e surreal de Gaudi, linda!! O homem viajou na maionose, deu asas à sua infinita capacidade criativa, encontrou quem bancasse o projeto(Batlló) e cravou no Passeig de Gracia um prédio/residencia com personalidade e beleza inigualáveis! Podem encarar a fila e pagar o ingresso que vale cada centavo!! Encerramos o dia com chave de ouro jantando no L’OLIVE e provando o delicioso peixe catalao, o RAP.

Quarta-feira: caminhada e picnic no Parc Guell, onde, mais uma vez, nos deslumbramos

Parc Guell

com as travessuras arquitetonicas do genio de Gaudi. À tarde, uma programacao que nós, mulheres, apreciamos muito: compras, é claro, hehe! E é claro, também, que o Aurelin foi devidamente liberado deste compromisso terrível (para nossa felicidade e a dele, hehehe!!), aproveitando para caminhar pelos arredores e comprar os ingredientes da masssa que cozinhou à noite, dessa vez com a parceria da Alice. E, mais uma vez, comemos muito bem!! A mim, coube a lavacao de pratos e panelas, glamour zero…

A quinta-feira foi de caminhada radical, comecando pelo parque Ciutadella (belo paisagismo, ótimo lugar para um picnic) e depois, na Barceloneta, curtimos o calcadão à beira-mar com muito sol, vento e um belo visual. A praia estava cheia de encasacados e alguns malucos tomando sol e, certamente, passando frio!

Passeio pelo praia

A emocão do dia seguinte ficou por conta da Fundacão Miró: museu fantástico, com uma colecão fascinante das obras de Joan Miró, uma verdadeira poesia em forma de desenho! Saindo do museu, caminhamos pelos jardins de Montjuic rumo à Fuente Mágica, onde assistimos o espetáculo das “águas que cantam e dancam”, um show e tanto!

Em frente ao Museu de Arte Catalã esperando a Fonte Mágica, após a visita da Fundação Miró e passeio pelos parques de Montjuic

Bem, esse foi o resumo dos fatos da semana, mas o que tem sido verdadeiramente especial é a oportunidade de estarmos aqui com a Jujuka, matando (um pouco!) da nossa saudade e dividindo com ela um pedacinho  desse momento tão intenso de sua vida!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Barna com a família II

  1. Nine disse:

    TIAAAAA x)

    Ameeeeeeeei post seu e da Alice no blog :)! Mto fofoooo!
    É bem legal ouvir da viagem de vcs e acompanhar sempre pelo facebook, pelos mobile uploads da Júlia.. hehehe quem sabe agora vcs não entram na rede social tb? Garanto q é viciante!! hehehehe
    Que bom que vocês estão aproveitando aí!
    O pessoal aqui de casa tá mandando um beijo :)!
    Até a volta!
    beijooos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s